Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por detrás das palavras

Por detrás das palavras

31
Jul13

Palavras Memoráveis

O que é irresistível em fazer arte - ou em fazer seja o que for, suponho - é o momento em que a ideia nebulosa e imaterial se torna sólida, uma coisa, uma substância num mundo de substância.

***

Coloco as mão sobre as orelhas, inclino-lhe a cabeça para traz e beijo-a - e tento pôr o meu coração no dela, para que o guarde em segurança, não vá eu perdê-lo de novo.

***

(...) sei como a ausência pode estar presente como um nervo danificado, como uma ave negra. Amo-te sempre. O tempo é nada.

Audrey Niffenegger, A mulher do viajante no tempo
31
Jul13

Dia 24 * 45 days book challenge

Dia 24 - Personagem Literária mais parecida contigo

Depois de andar a rebuscar na memória todos os livros que li de modo a encontrar a tal personagem, lá encontrei aquela com quem partilho algumas características. 

E a jovem escolhida é:
Jamie Sullivan 
Do livro Um momento inesquecível 
Nicholas Sparks


Tal como a Jamie sou muito sossegada, não gosto de confusões, gosto de ajudar as pessoas, sou tímida (muito)... E sim sou bastante "certinha"... 
30
Jul13

Beijos de Chocolate [Opinião]



Autor: Alice Vaara
Ano: 2007
Editora: Edições Asa
Número de páginas: 207
Classificação: 3 Estrelas
Desafio: De A a Z...

Sinopse
No dia seguinte ao seu aniversário e após uma valente bebedeira, Lisa toma a importante decisão de finalmente encontrar o homem da sua vida, custe o que custar!
E é precisamente nessa semana que chega à revista onde trabalha o novo director criativo, Kay Wessel, o típico don juan que Lisa decide obstinadamente conquistar. Contrariando o entusiasmo de Lisa, os seus amigos mais próximos não parecem gostar muito da sujeição por que ela está disposta a passar para conquistar a atenção de um individuo superficial e machista como Kay. Marthe, a sua melhor amiga e confidente, e Konrad, o namorado de Marthe, apoiam-na com moderação. Por seu lado, Peter, irmão de Marthe e amigo de infância de Lisa, começa progressivamente a ganhar uma estranha aversão a toda a situação...
E quando Lisa pede a Peter que a ajude a conquistar Kay, os sentimentos contraditórios de ambos vão dar uma preciosa ajuda à trapalhada que se avizinha.

Numa vertiginosa sucessão de ambientes urbanos - desdeo trabalho numa atarefada revista às conversas nocturnas nos bares da cidade de Hmaburgo - , Beijos de Chocolate tem a incontestável virtude de mostrar quão ilusórios podem ser os sentimentos imediatos. Após um longo e aventuroso processo de conquista, onde não faltam todos os ingredientes essenciais a uma boa comédia romântica, lisa acabará por desvendar coisas fundamentais sobre si própria e o mundo que a rodeia.

Opinião
Beijos de Chocolate traz-nos a história de duas amigas e as suas aventuras pelo mundo das relações. Marthe é psicóloga e mantém uma relação estável com Konrad. Lisa, a sua amiga, é uma mulher que nunca conseguiu mais do que umas aventuras amorosas. Peter, irmão de Marthe e amigo de Lisa, mantém uma relação com Kerry mas este está longe de viver um grande amor. O seu coração encontra-se preenchido por outro alguém.

Lisa não se conforma com a sua vida de solteira e reúne os seus esforços na conquista de Kay. A partir daqui sucedem-se acontecimentos hilariantes e divertidos e Lisa entra num fantástico mundo de auto-descoberta.

É um livro divertido e bastante romântico. A narrativa desenvolve-se de uma forma dinâmica e cativante o que se transforma numa leitura rápida e sem aborrecimentos. O final, apesar de pouco explorado, é bastante previsível.

Deixem-se invadir pelas palavras!
Boas leituras.
Silvana
30
Jul13

Dia 23 * 45 days book challenge

Dia 23 - Livro que espelha a tua vida

De todos os livros que li não encontrei nenhum que espelhe a minha vida! Aliás até acho um pouco difícil isso acontecer... Cada um carrega os seus mistérios, os seus segredos, as suas idiossincrasias e só um livro autobiográfico poderia espelhar a vida de alguém. E, mesmo assim, não seria inteiramente fiel! 
29
Jul13

Dia 22 * 45 days book challenge

Dia 22 - Autor(a) Favorito

Mais um dia difícil! São vários e os autores e autoras que ocupam um lugar especial nas minhas preferências. 
E a minha escolha recai sobre:
Lesley Pearse

Até ao momento adorei todos os livros que li da autora. Ela consegue criar enredos que no deixam presas às páginas. Acredito que o excesso de dramatismo que a autora confere as suas histórias não agrade a toda a gente, no que me diz respeito e apesar de às vezes também achar exagerado, não consigo largar o livro!

Não consigo terminar este a escolha deste dia sem referir mais alguns que ocupam um lugar especial:
  • Tiago Rebelo
  • Sveva Casati Mondignani 
  • Marc Levy
  • Liliana Lavado
  • Torey Hayden
Entre muitos outros... 
28
Jul13

TAG | Verão com leituras

A Catarina R. do blog Sonhar de olhos abertos criou, juntamente com outra menina um Tag sobre leituras de Verão. 
Muito gentilmente, a Catarina lembrou-se deste meu cantinho e indicou-me para responder ao Tag. Fiam aqui as minhas respostas.

1. Qual é o teu género favorito para ler no Verão?
Seja Verão, seja Inverno não tenho um género preferido para ler. Desta forma, não escolho as minhas leituras consoante a estação do ano em que me encontro, simplesmente se me apetecer ler o livro leio.

2. Qual o teu lugar preferido para ler no Verão?
Um lugar onde esteja fresco e com pouco ruído de fundo.

3. Verão: campo ou praia?
Eu vivo no campo e um pouco longe da praia. Devido à distância física que me separa da praia, vou lá muito poucas vezes. Apesar de gostar da praia e de gostar de passear à beira-mar, prefiro ler no campo, é mais sossegado.

4. Qual o autor que não dispensas no Verão?
Para esta pergunta tenho uma resposta semelhante à primeira. Leio qualquer autor, independentemente da altura do ano em que estejamos. 

5. Qual o autor muito associado ao Verão que toda a gente já leu menos tu?
Não consigo encontrar nenhum. Acho que o meu problema é não associar as estações a autores e livros.


6. Qual a leitura que estás mais ansioso/a para fazer este Verão?

Perfume de paixão de Jude Deveraux. Foi um dos livros que ganhei no desafio literário do Esmiúça o livro e gosto muito da autora. Escreve romances com uma narrativa leve e cativante.

7. Que livro vai ser lançado neste Verão e estás ansioso(a) para ler?
O livro que estou ansiosa para ler já foi lançado. Sozinhos na ilha foi lançado em Junho de 2013 e as boas opiniões que tenho lido a respeito do livro deixaram-me curiosa.

8. Que saga/trilogia recomendarias como leitura de Verão?
Eu recomendaria um conjunto de quatro livros da série Sugar Maple. Dos quatro apenas li o primeiro livro, Feitiços de Amor, mas desta primeira leitura parece-me que a série pode ser uma óptima leitura de Verão. Romance e magia são os principais ingredientes de uma narrativa simples e minimamente cativante.

9. Indica 3 livros que vais ler neste Verão e 3 livros que recomendas como leitura de Verão.
Livros que vou ler este Verão
  • Diário de Anne Frank;
  • Soberba Escuridão;
  • Perfume de Paixão.
Livros que recomendaria como leitura de Verão
  • O primeiro dia e A primeira noite de Marc Levy (indico os dois porque são continuação);
  • Viagem a Capri  de Elizabeth Adler;
  • Breve história de amor de Tiago Rebelo.
Se quiserem responder a este Tag estejam à vontade para levar estas perguntas!
Boas leituras!

28
Jul13

Dia 21 * 45 days book challenge

Dia 21 - Melhor citação (descrição)

Tal como o dia anterior, este é igualmente difícil devido à enorme quantidade de frases que vou "coleccionando" à medida das minhas leituras. De entre tantas frases, decidi escolher uma frase de um auto que foi uma verdadeira surpresa no ano passado. Um autor que passou automaticamente para o lugar dos meus autores preferidos!

Assim deixo-vos com uma frase do livro E se fosse verdade de Marc Levy. 



Ninguém é proprietário da felicidade, temos por vezes a sorte de ter um contrato de arrendamento e de ser o locatário. É preciso ser muito regular quanto ao pagamento das rendas, deixamo-nos expropriar muito depressa. 


27
Jul13

Dia 20 * 45 days book challenge



Dia 20 - Melhor citação (diálogo)

São tantos os bons diálogos com os quais me cruzei ao longo das minhas leituras que se torna difícil eleger um.
Vou escolher um do meu livro preferido e que já referi aqui no primeiro dia do desafio.

O Grande Amor da Minha Vida (O Cavaleiro de Bronze, #1)

- Shura, como é possível termos tanta intimidade? Uma ligação tão forte desde o início?
- Nós não temos intimidade?
- Não?
- Não. Nem nenhuma ligação forte?
- Não?
- Não. Estamos em comunhão.


Paullina Simons, O grande amor da minha vida


Este é um diálogo entre as duas personagens principais: Tatiana e Alexander.
27
Jul13

[Selo] Viajando na Leitura

Mais um selo veio parar a este cantinho. Desta vez foi o selo Viajando na Leitura e foi-me gentilmente oferecido pela Beatriz do blog Esmiuçar Página a Página. Muito obrigada!


As regras deste selo são:
  • Colocar o nome do blog que indicou esse selo;
  • Usar o banner original;
  • Indicar mais cinco blogs e avisá-los;
  • Respoder à pergunta: "Qual a melhor viagem que você fez através da leitura e qual foi o livro?"
Resposta à pergunta.
Uma pergunta difícil uma vez que já fiz muitas viagens através dos livros. 
Devido a esta dificuldade vou falar-vos da viagem que fiz através do meu livro preferido, O grande amor da minha vida de Paullina Simons. Fiz uma fantástica viagem a um país que tenho alguma curiosidade em conhecer: a Rússia. Apesar de não estar retrata a cidade que eu gostaria de visitar (Moscovo) consegui ter as mais incríveis sensações com as fantásticas descrições que preenchem o livro. 

Mais uma vez vou fugir às regras porque tenho quase a certeza que a maioria das pessoas já respondeu a este selo. Porém se alguém ainda não teve essa oportunidade está à vontade para o levar!



26
Jul13

Borboleta de Papel [Opinião]


A Borboleta de Papel

Autor: Diane Wei Liang
Ano: 2008
Editora: Bizâncio
Número de páginas: 214
Classificação: 2 Estrelas

Livro ganho no primeiro Buzz Literário do blog A wonderful world  da Elizabete Cruz e a quem desde já agradeço!

Sinopse
A detective Mei Wang, que já conhecemos de O Olho de Jade, debate-se com a gestão da sua agência de investigação numa China onde os detectives privados estão proibidos de exercer. Chamada a esclarecer o desaparecimento de uma deslumbrante cantora pop, Kaili, as diligências transportam-na dos bairros elegantes de Pequim para as velhas ruelas — hutongs — que ainda existem nos limites da cidade com as suas ancestrais tradições e superstições. Aí, Mei, dá por si, não apenas à procura de Kaili, mas também no rasto de uma frágil borboleta de papel que encontrou no apartamento da cantora. À medida que se aproxima o desfecho do caso, torna-se claro que a verdade nem sempre é libertadora e, quando o corpo de Kaili é encontrado, o assassino revela laços com o passado que obrigam Mei a enfrentar alguns dos seus demónios pessoais e reflectir sobre a história de um país que lida mal com os seus fantasmas.

Opinião
Este livro era uma verdadeira incógnita, uma vez que não tinha qualquer referência sobre ele. Nunca me tinha cruzado com ele e também não conhecia a autora. O próprio espaço onde a acção se desenrola foi novo para mim. Nunca tinha lido nenhum livro que tivesse como pano de fundo a China e a cultura Oriental,

China oferece-me emoções contraditórias. Se por um lado adoraria conhecer um país tão diferente do nosso, por outro o choque cultural assusta-me. Um pouco da cultura do país aparece retratado no livro e é impossível sentirmo-nos indiferentes àquilo que vamos lendo.

É um livro que nos proporciona uma leitura satisfatória. Penso que a trama e as personagens são aspectos que podiam ter sido mais desenvolvidos. A ideia que serve de base à construção da narrativa é bastante boa e do meu interesse, mas foi pouco esmiuçada. Os assuntos deviam ter sido esgotados e sente-se a necessidade da presença de outros acontecimentos de forma a tornarem o livro mais interessante.

Apesar de não ser um livro extraordinário o final conseguiu surpreender-me. Não estava à espera que as coisas evoluíssem no sentido que evoluíram. Na minha cabeça tinha projectado outro final. Porém gostei deste e fez todo o sentido no contexto geral do livro.

Deixem-se invadir pelas palavras!
Boas leituras.
Silvana 
25
Jul13

Dia 18 * 45 days book challenge

Dia 18 - Livro para o qual escreverias uma sequela

E o escolhido era:
Face Negra - Elizabete Cruz 

Face Negra

No fundo escreveria mais dois livros: um para esmiuçar a vida de Daniela após aquele último capítulo e outro para dar seguimento àquele momento final... 
Confessou que quando terminei o livro aquele final soube-me a pouco, queria mais! Por isso acho que era capaz de lhe dar uma continuação. 
Desculpa Elizabete se por acaso arruinaria o teu bom trabalho!! :)

E vocês, houve algum livro que vos despertasse o interesse em continuar a história? 
24
Jul13

Dia 17 * 45 days book challenge

Dia 17 - Livro Inspirador

Para esta categoria eu teria um escritora e não um livro, mas para não arruinar o tópico vou escolher o livro que li mais recentemente desta escritora.

Filhos do Abandono -  Torey Hayden 

Por várias vezes recorri aos seus fantásticos livros para me ajudar na minha prática profissional. O modo como esta escritora passa para o papel toda a sua experiência com crianças especiais deixa-me apenas a sensação: UM DIA QUERO SER COMO ELA.

Neste livro, o caso que mais me sensibilizou e inspirou foi o caso de Cassandra. 
Confesso que este género de livros pode não se enquadrar com todos os gostos literários uma vez que os temas são muito específicos. Normalmente, estes livros podem ser de maior interesse para profissionais na área da educação, psicologia ou pessoas que durante a sua vida profissional lidem com crianças especiais.Caso seja o vosso caso recomendo vivamente este livro, assim como todos os outros livros de Torey Hayden. 
23
Jul13

Dia 16 * 45 days book challenge

Dia 16 - Livro Perturbante

De todas as minhas leitura há um livro que me perturbou seriamente ao ponto de ter de parar a leitura porque fiquei enjoada com o que estava a ler.

O livro em questão é:

Messias - Boris Starling 

Este livro é um policial e mereci o choque! Passo a explicar: estava eu na faculdade em em conversa com uma amiga minha calhou dizer-lhe que nunca tinha lido um policial. Ela é viciada em policiais!! No dia seguinte trouxe-me um livro e disse que era bastante pesado. Quando terminei a leitura disse-lhe que não tinha achado nada de especial ao que ela me respondeu que então iria trazer-me o pior que tinha em casa. E eis que chega às minhas mãos o livro Messias. 

Os crimes são fabulosamente descritos! São tão bem descritos que me causaram nojo e repulsa. O enredo está muito bem elaborado e deixa-nos presa. Os cenários onde ocorrem as mortes é que são capazes de deixar os estômagos mais sensíveis (como é o caso do meu) em alvoroço. Apesar de ser perturbante é um livro que recomendo. É um dos melhor policiais que li até aos dias de hoje.   

Pág. 1/4