Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por detrás das palavras

[Divulgação] Leitura Conjunta | Hans C. Andersen


Já estavam com saudades das leituras conjuntas que eu a Marta (blog I only have) começamos a dinamizar durante este ano? Pois, também nós estávamos tanto que decidimos utilizar estas últimas duas semanas para fazer uma leitura conjunta especial. 

Assim entre os dias 22 e 30 de Dezembro eu e a Marta vamos dedicar as nossas leituras a 5 contos de Hans C. Andersen. 
De entre vários que tínhamos à escolha, decidimos eleger os seguintes:

A Rapariguinha e os Fósforos (22 de Dezembro) 
O Abeto de Natal (24 de Dezembro) 
A Rainha da Neve (26 de Dezembro) 
A Pequena Sereia (28 de Dezembro) 
A Princesa e a Ervilha (30 de Dezembro) 

Como já vem sendo hábito, estas leituras serão acompanhadas de pequenas perguntas no final de cada conto. 
Esperamos que este desafio seja do agrado dos nossos leitores. 

[Opinião] Descalças

Descalças



Autor: Elin Hilderbrand
Ano: 2010
Editora: Contraponto
Número de páginas: 320 páginas
Classificação: 3 Estrelas
Sinopse: Aqui




Opinião

Este foi mais um dos livros que me conquistou pela capa e pela sinopse. Quando os meus olhos o encontraram na prateleira da biblioteca pensei: uma história leve e com sabor a Verão será o ideal para esta fase em que o meu tempo é bastante reduzido e a minha disponibilidade mental para leituras mais densas é quase nula.

E foi com estas ideias que parti para a leitura. No início, tive muita dificuldade em me ligar à história e às personagens. Foi um início que não despertou nem a minha atenção, nem a minha curiosidade. Achei a forma como a autora agarrou e expôs os dramas de Vicki, Brenda e Melanie pouco interessante e envolventes. É importante criar uma ligação com o livro logo desde o início, porém tal não aconteceu.

Em seguida, neste trio de amigas, introduz o Josh e a carência afectiva destas mulheres começou a valorizá-lo de uma forma um pouco exagerada. Na minha opinião, não achei muito interessante o facto de atribuírem ao Josh uma importância tão grande para o desenrolar das suas vidas. O próprio Josh, aos meus olhos, era um jovem comum e pouco interessante apesar de toda a dimensão familiar que a autora lhe deu e que foi mal aproveitada.

Depois de tantos aspectos insatisfatórios devem estar-se a perguntar o porquê das 3 estrelas. A razão que me fez subir a classificação deste livro foi o final e a forma realista como a doença de Vicki foi abordada. Foi um final feliz, mas com contornos que o tornam muito realista. Os problemas das três personagens femininas foram fechados tendo por base uma visão mais realista, sem lhe dar todas as tonalidades cor-de-rosa que iriam tornar este livro demasiado fantasioso.

Quem já leu este livro e tenha uma visão diferente da minha, partilhem-na aqui nos comentários. Gostava de saber que ressonâncias este livro provocou noutras pessoas.

Top Ten Tuesday #48 | Livros para ler no Inverno

Desta vez esta temática não surge na lista oficial, mas eu ganhei um gosto especial pelas listas e decidi fazer a de Inverno. 
Já faço listas desde a Primavera de 2014 e ainda não consegui finalizar nenhuma. 
 
  • Primavera 2014 - 9/10 livros lidos
  • Verão de 2014 - 8/10 livros lidos
  • Outono de 2014 - 5/10 livros lidos
  • Inverno de 2014/15 - 6/10 livros lidos
  • Primavera de 2015 - 3/10 livros lidos
  • Verão de 2015 - 6/10 livros lidos (poderiam ser 7 se não tivesse desistido de um)
  • Outono de 2015 - 6/10 livros lidos
 
Olhando para este percurso não parece assim tão mau. Para elaborar esta lista decidi "repescar" um livro de cada lista que não conclui e depois acrescentar os outros. Eis a minha lista para o Inverno de 2015/2016. 
 
  1. Pensa num número de John Verdon
  2. O outro amor da vida dele de Dorothy Koomson
  3. Espião Português de Nuno Nepomoceno
  4. O domador de paixões de Catherine Anderson
  5. Um estranho caso de culpa de Harlan Coben)
  6. O funeral da nossa mãe de Célia Correia Loureiro
  7. 52 semanas de sedução de Betty Hervert
  8. Alma Rebelde de Carla M. Soares
  9. Noite de Reis de Trisha Ashey
  10. Rapto na noite de Natal de Mary Higgins Clark 
Pensa num númeroO Outro Amor da Vida DeleO Espião PortuguêsO Domador de Paixões (Kendrick/Coulter/Harrigan, #3)O Funeral da Nossa MãeUm Estranho Caso de Culpa52 Semanas de SeduçãoNoite de ReisRapto Na Noite de Natal
 

[Opinião] O Hipnotista (Joona Linna #1)


O Hipnotista (Joona Linna, #1)

Autor: Lars Kepler
Ano: 2009
Editora: Porto Editora
Número de páginas: 550 páginas
Classificação: 3 Estrelas

Sinopse
Erik Maria Bark é o mais famoso hipnotista da Suécia. Acusado de falta de ética, e com o casamento à beira do colapso, jurou publicamente nunca mais praticar a hipnose nos seus pacientes e há dez anos que se mantém fiel à sua promessa. Até agora.
Estocolmo. Uma família é brutalmente assassinada e a única testemunha está internada no hospital em estado de choque; Josef Ek, de apenas 15 anos, presenciou o massacre dos seus pais e irmã mais nova, sendo ele próprio encontrado numa poça de sangue, vivo por milagre.
Nessa mesma noite, Erik Maria Bark recebe um telefonema do comissário Joona Linna solicitando os seus serviços ¿ urge descobrir a identidade do assassino e para tal Josef deverá ser hipnotizado. Erik aceita a missão com relutância, longe de imaginar que o que vai encontrar pela frente é um pesadelo capaz de ultrapassar os seus piores receios.
Dias mais tarde, o seu filho de 15 anos, Benjamin, é sequestrado da própria casa. Haverá uma ligação entre estes dois casos? Para salvar a vida de Benjamin, o hipnotista deverá enfrentar os fantasmas do seu passado e mergulhar nas mentes mais sombrias e perversas que jamais poderia imaginar; o que tinha por difuso revela-se abominável, o que tinha por suspeito surge como demoníaco. Para Erik, a contagem regressiva já começou...
Uma leitura compulsiva carregada de suspense. Um mistério caracterizado por estranhos e inesperados contornos.

Opinião
Andei dias para conseguir escrever uma opinião deste livro, porque não sabia muito bem o que escrever sobre ele. Penso que quando já levamos na bagagem de leitura de alguns policiais é inevitável a comparação entre eles. Em resultado desta comparação sinto que este ficou um pouco aquém do que eu esperava encontrar.
Ia com grandes expectativas para a leitura d' O Hipnotista. Tinha lido boas opiniões e esperava encontrar mais suspense e mais mistério. Tal não aconteceu. 
Este livro conta-nos a história de Erik, um psiquiatra que dedicava os seus estudos à hipnose como uma forma de tratamento. Gostei da forma como mostraram a hipnose, embora não concorde com algumas coisas que deixaram transparecer em relação a esta técnica e que são considerados mitos. Neste sentido, no final do livro e depois de todos os "pseudomistérios" resolvidos, algumas questões relacionadas com a hipnose mereciam mais explicações.

Um dos aspectos que menos me fez gostar do livro foi a forma desconexa como os factos foram apresentados. Não senti uma interligação entre eles. Não senti credibilidade em algumas coisas que iam sendo mostradas. Para mim, o melhor num livro deste género é o mistério e a dúvida que os autores conseguem dar à sua história. 

Foi uma leitura mediana que este longe de me deixar encantada.

Projeto Conjunto | Empréstimo Surpresa [Os motivos]

´
Desta vez, fui eu que tive de enviar um livro surpresa para a Denise do blog Quando se abre um livro.
Depois de várias vezes ter passado os olhos pela minha estante lá decide qual o livro que lhe ia enviar para este desafio. O escolhido foi:

Jardim de Alfazema (Edilean #1)

Motivos:
  1. É uma nova autora para a Denise, porque nunca leu nada desta autora.
  2. Foi o primeiro livro da autora que li e que me conquistou.
  3. Porque quero que a Denise fique apaixonada pela série e me comece a pedinchar os restantes livros desta série. 
  4. A história é cativante e penso que vai de encontro aos gostos da Denise.
  5. E tem uma capa muito agradável à vista. É boa para relaxar.
Denise, diverte-te com a leitura.

Palavras Memoráveis


Livro: 6 de Abril de 96
Sveva Casati Modignani

Agostina pensou que a verdade tinha muitas caras e que cada um escolhia aquela que melhor se adaptava à sua própria consciência.

***

O futuro, às vezes, advinha-se conhecendo o passado.

Top Ten Tuesday #39 | Novos autores lidos em 2014

Como gostei da temática da semana passada e não tive tempo de fazer o meu top de novos autores lidos neste ano de 2014, decidi recuperar o tema para esta semana. 
 
Sem qualquer ordem em específico, aqui ficam o meu top ten de autores que descobri durante o ano de 2014. 
 
Anna Casanovas - Amor em lume brando foi o primeiro e único livro que li desta autora e confesso-me rendida à forma apaixonada como ela conta as suas histórias e como nos dá a conhecer as suas personagens.
 
Juliet Marillier - Esta autora é muito aclamada em muitos dos blogs que gosto de visitar, porém eu nunca tinha reunido interesse suficiente para começar a ler. Então decidi pegar num livro este ano. O início da leitura do livro A filha da floresta foi algo complicado, mas depois de me conseguir intrusar na história, adorei. Tanto adorei que depois de ler o primeiro, li os dois livros seguintes da série. 
 
Sarah Sundin - Não que tenha ficado totalmente encantada com o livro Asas do Amor, mas a escrita da autora deixou-me com vontade de conhecer os restantes livros da série. 
 
Catherine Anderson - Uma luz na escuridão foi o livro que me deu a conhecer esta autora. Adorei o livro!! A escritora tem uma forma muito querida de nos contar a história e consegue criar um enredo interessante. Entretanto já li o segundo livro desta série e gostei imenso.
 
Tracy Gravis Grave - Não esperava gostar tanto do livro Sozinhos na Ilha. Mas o facto, é que me deixou rendida e com vontade de conhecer outras histórias da autora.
 
Katy Gardner - Acabei de ler o livro desta autora durante a tarde de hoje e posso dizer que foi uma leitura tão intensa que me deixou completamente presa à história. Fui surpreendida pelo desenrolar dos acontecimentos, não esperava que a autora levasse a história por esses caminhos. 
 
Anthony Capella - Gostei bastante do primeiro livro que li do autor e por essa razão fiquei com vontade de conhecer mais histórias.
 
Guillaume Musso - Tenho de agradecer à Denise a possibilidade de me cruzar com uma história de amor tão intensa e verdadeira que me deixou sem palavras.
 
Jane Austen - Gostei de ler Orgulho e Preconceito. Apesar de não me sentir arrebatada fiquei com curiosidade para conhecer outras obras da autora.
 
Rosa Lobato de Faria- Infelizmente é a única autora portuguesa que figura nesta lista. Para grande vergonha minha este ano foi dos anos em que li menos livros de autores portugueses. Não é muito comum em mim, uma vez que costumo dar muita importância a eles. Espero remediar-me no próximo ano. Quanto a esta autora em particular, posso dizer que foi uma leitura um pouco bipolar. Não gostei do livro na sua totalidade, mas houve partes que me deixaram verdadeiramente interessada. Gostei muito da escrita da autora e foi por esta razão que fiquei com vontade de conhecer outros livros da autora. 

[Opinião] The Statistical Probability of Love at First Sight


The Statistical Probability of Love at First Sight

Autor: Jennifer E. Smith
Ano: 2010
Editora: Poppy
Número de páginas: 236 páginas
Classificação: 3 Estrelas

Sinopse
Who would have guessed that four minutes could change everything?

Today should be one of the worst days of seventeen-year-old Hadley Sullivan's life. Having missed her flight, she's stuck at JFK airport and late to her father's second wedding, which is taking place in London and involves a soon-to-be stepmother Hadley's never even met. Then she meets the perfect boy in the airport's cramped waiting area. His name is Oliver, he's British, and he's sitting in her row.

A long night on the plane passes in the blink of an eye, and Hadley and Oliver lose track of each other in the airport chaos upon arrival. Can fate intervene to bring them together once more?

Quirks of timing play out in this romantic and cinematic novel about family connections, second chances, and first loves. Set over a twenty-four-hour-period, Hadley and Oliver's story will make you believe that true love finds you when you're least expecting it.

Opinião
Antes de começar a escrever sobre aquilo que eu achei do livro, vou escrever um bocadinho sobre a minha experiência de ler em inglês.

A minha experiência com leituras em inglês
Este foi o primeiro livro que li em inglês (sem ser livros técnicos). A Marta do blog I only have foi a minha mentora, uma vez que foi ela a sugerir-me começar por este livro. 
Posso dizer-vos que foi mais fácil do que aquilo que pensava. Custou-me um pouco no início, mas com o avançar da leitura foi melhorando. Não posso dizer que percebi tudo a 100% mas tal não afectou a minha compreensão e o meu conhecimento geral da história e das personagens. Penso que com o treino as coisas irão melhorar significativamente,
Quanto ao meu ritmo de leitura, posso dizer que comparativamente às leituras em português, é mais lento. Demorei um pouco mais de tempo na leitura e exige um pouco mais de concentração da minha parte.
No final desta leitura, o balanço é bastante positivo e é uma experiência a repetir.

***

The Statistical Probability of Love at the First Sight é um livro em que o título é um pouco desproporcional quando o comparamos com a história em si. Tudo acontece em 24 horas, mas consegue ser intenso, q.b., como se a narrativa se passasse num período de tempo mais longo. 

No livro acompanhamos a história de dois adolescentes que se conhecem no aeroporto. Ambos vão para Londres e por ironia do destino (ou não fosse isto um livro) os lugares de cada um dentro do avião são próximos.
Logo desde o início do contacto entre Oliver e Hadley que se sente uma química muito especial entre eles. Na minha opinião, o que mas contribui para que o leitor sinta esta relação especial é o Oliver. É um rapaz encantador, inteligente  e muito bem-humorado. Consegui sentir uma aura especial à volta deste rapaz e a forma como ele interage com Hadly ajudando-a a suportar a viagem é muito querida.

A Hadleu vai um pouco contrariada para Londres e é fácil compreendermos os sentimentos dela. Ela ia para o casamento do pai. Lidou muito mal com o divórcio dos pais porque sentiu o afastamento do seu pai. Eram muito próximos e a forma como ele encarou a separação no que toca à Hadley foi pouco correcta. Pessoalmente, não consegui compreender os motivos deles para que tal tenha acontecido. Apesar de viverem em continentes diferentes, o pai de Hadley devia ter arranjado forma de fazer parte da vida dela. Como mesmo referem depois de uma conversa de entendimento, não seria uma mera questão geográfica que os iria afastar.

De um modo geral gostei bastante do livro, e no final só queria que a autora tivesse escrito mais. Por essa  razão, acho que o livro podia ter mais informação e dilatar-se no tempo o que me fez dar apenas 3 estrelas.
É uma história simples, agradável e muito querida que nos faz sonhar com bonitas histórias de amor. 

Novembro | Lugares (Des)Encantados

Novembro

Novembro foi dos meses que menos li neste ano de 2014. Li apenas dois livros, por isso não se justifica enunciar aqui o Lugar Encantado e o Lugar Desencantado.
Apenas posso dizer que foram leituras muito diferentes. Li o Descalças de Elin Hilderbrand e A Villa de Nora Roberts. Gostei mais do livro da Nora Roberts, se bem que mais no fim, este livro me tornou a leitura um pouco aborrecida. Será que estou a ficar enjoada com Nora Roberts?

Projecto Conjunto | Empréstimo Surpresa [Resposta às perguntas]


Terminei a minha leitura do livro Romeu e Julieta de William Shakespeare e por isso está na altura de responder às perguntas que a Denise do blog Quando se abre um livro me enviou. 

Espero conseguir deixar aqui a minha opinião em breve. Porém ainda tenho algumas em atraso, mas espero regularizar a situação nas próximas semanas.

Ficam aqui as perguntas e as respectivas respostas. 

1. Como foi a experiência de ler uma peça de teatro? Já tinhas lido alguma?
Não é a primeira vez que leio peças de teatro. Ao longo do meu percurso escolar tive de ler algumas, porém sempre tive uma relação pouco estável com elas. Nunca fui muito fã e por esta razão esta foi a primeira peça de teatro que li sem ser por obrigação escolar. Esta experiência, em comparação com as outras não me trouxe novidades. Não foi uma leitura espectacular, foi apenas agradável e consegui matar a curiosidade que tinha em relação a esta história.

2. Qual a parte do livro que mais gostaste de ler?
Não houve nenhuma parte em particular que me tenha cativado mais do que outras. Foi uma leitura tão mediana que não consigo identificar nenhum passagem que me tenha deixado um sentimento especial no coração.

3. Define esta história em duas palavras?
Rápida e Superficial

4. Anotaste alguma citação que te tenha agradado neste livro? Podes partilhá-la?
Por acaso até anotei duas. Aqui ficam:

É o de não possuir aquilo que, possuindo, mas tornaria rápidas. [Romeu a referir-se à passagem das horas]

Só se ri das cicatrizes aquele que nunca sentiu uma ferida.

Mais sobre mim

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reading Challenge

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Silvana (Por detrás das Palavras) has read 0 books toward her goal of 30 books.
hide

Palavra do momento

Por detrás das Palavras

O Clube Mefisto

goodreads.com

Mais visitados

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub