Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por detrás das palavras

Por detrás das palavras

Abril | Português no Feminino

02.04.15

Inicia-se mais um mês, e com ele a necessidade de cumprir mais uma etapa deste desafio. 
Há dois dias atrás a minha intenção era ler uma determinada autora. Porém, hoje fui à biblioteca e desencantei lá nas estantes um livro de uma autora portuguesa que nunca tinha lido.

A autora será Sónia Louro com o livro A verdadeira peregrinação. Parto para a leitura totalmente às escuras, pois nunca me cruzei nem com comentários, nem com outros livros da autora. 

Sónia Louro A Verdadeira Peregrinação
Sinopse
A casa de Guilherme Fonseca é assaltada depois do jovem encontrar uma misteriosa mensagem junto dos restos mortais do avô. A curiosidade em a decifrar transforma-se em urgência pois os assaltantes parecem querer algo mais: as caixas com apontamentos que o avô levou grande parte da vida a reunir. Depois de muito penar com cifras e números enigmáticos, Guilherme só tem uma certeza: as respostas estão num velho manuscrito encadernado a couro vermelho. Contendo tudo aquilo que Fernão Mendes Pinto, por medo da Inquisição, não colocou na Peregrinação, o manuscrito tem um nome revelador: A Verdadeira Peregrinação. Com a possibilidade de encontrar a mítica ilha do Ouro com todas as riquezas que Fernão Mendes Pinto descreveu, haverá algum tesouro maior para Guilherme almejar?

Opinião | Rosa, minha irmã Rosa

01.04.15

Rosa, Minha Irmã Rosa




Autora: Alice Vieira
Ano: 2006
Número de páginas: 120 páginas
Classificação: 4 Estrelas
Editora: Editorial Caminho
Sinopse: Aqui




Opinião
Como expliquei quando apresentei a autora Portuguesa escolhida para o mês de Março, durante a minha infância/adolescência não tive muita oportunidade de ler. Por esta razão, muitos dos livros infato-juvenis ficaram por descobrir. Como considero que nunca é tarde, e que vou sempre a tempo no que toca às leituras, decidi eleger este para o desafio mensal Português no Feminino.

Rosa, minha irmã Rosa é um livro com uma história e uma escrita simples, mas muito rica em significado e interpretações. 
Mariana de 10 anos depara-se com a chegada de uma irmã e tem de aprender a viver num contexto que implica uma nova dinâmica familiar. Novas relações necessitam de ser estabelecidas o que influência nas relações pré-existentes. 
A história contada na perspectiva de uma criança é excelente, uma vez que aproxima a história do leitor, principalmente se este leitor tiver uma idade próxima da da personagem.

Gostei muito do livro e fiquei com vontade de ler outros livros da autora. Por acaso, hoje uma menina disse-me que a Mariana é uma personagem de outros livros da autora. Eu não sei se é, mas é algo que vou tentar saber.

Pág. 2/2