Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Por detrás das palavras

Por detrás das palavras

Opinião | "Quando ruiu a ponte sobre o Tamisa" de Ana Gil Campos

12.07.16
Quando Ruiu a Ponte sobre o Tamisa
Classificação: 2 Estrelas

Quando ruiu a ponte sobre o Tamisa foi o primeiro livro que li da escritora Ana Gil Campos e desde já quero agradecer à Editorial Novembro por tão gentilmente me ter cedido um exemplar e, assim, me ter proporcionado a oportunidade de me estrear com a autora.

Infelizmente, esta minha primeira experiência com a autora não foi extraordinária. A capa é lindíssima e a premissa que serve de ponto de partida para a construção do livro é bastante interessante. Assim, a conjunção destes dois aspetos fez com que a minha vontade de ler e as minhas expetativas se elevassem.

Neste livro somos convidados a conhecer a vida de Chandni, um princesa indiana, e todo um conjunto de personagens com quem ela se relaciona, são elas: Bapuj, Nadir, Paula, António e as suas irmãs. Servindo-se dos aspetos socioculturais da Índia, Ana Gil Campos vai-nos dando a conhecer a personalidade e os dilemas de Chandni. Apesar de toda a riqueza contextual à qual a autora poderia recorrer, tudo foi abordado de forma muito superficial e sem oferecer às personagens toda aquela dimensão que as torna inesquecíveis e reais aos olhos do leitor.

Em termos de escrita e de conteúdos abordados considero, ainda, que algumas passagens apenas servem para encher páginas uma vez que não acrescentam nada de substancial à história e à realidade que a autora pretendia criar. Há partes do livro que são bastante confusas, destacando-se algumas incoerências na forma como os eventos narrativos se vão articulando.

Senti-me frustrada ao longo desta leitura por ver que autora poderia ter ido mais longe. São evidentes grandes potencialidades. A autora escreve bem, tem criatividade e deixa transparecer que pesquisou bastante para a construção desta narrativa. Porém, na altura de concretizar tudo o conhecimento que reuniu, não consegue fazer de forma apelativa e estrutura. Desta forma, penso que este livro teria beneficiado imenso de uma beta-reading, porque iria ajudar a autora a limar a narrativa no sentido de a tornar mais coesa e interessante.

Espero ler mais trabalhos da autora, porque apesar de não ter adorado este livro, consegui perceber que Ana Gil Campos poderá oferecer-nos boas histórias e bons momentos de leitura. 

Quem chegou? | Junho

01.07.16
Junho chegou ao fim. Durante este mês, foram muitos os livrinhos que vieram até à minha estante.
Cá estão eles...

Trocas
Loanda

Eu continuo uma fã de trocas, por isso cá está mais um. 

Biblioteca
     

Apesar de na minha estante existirem bastantes livros por ler, não me consigo "desligar" da biblioteca. Adoro ir lá, ir trazendo uns livros para ir intercalando com aqueles que habitam a minha estante. 
Às vezes, vou à procura de um livro em específico, de um livro que quero trazer para casa. Isto aconteceu com E tudo o vento levou volume 2. Recentemente, li o primeiro volume e estou muito interessada em saber o que vai acontecer.
As rosas de Atacama veio porque queria trazer um livro pequeno para compensar o anterio.
Empréstimo
Regressar

Ofertas Editoras
Teia de Mentiras     Quando Ruiu a Ponte sobre o Tamisa     As Raparigas Esquecidas (Louise Rick, #1)

Teia de mentiras é a minha leitura atual e estou a gostar bastante. Também já terminei o livro Quando ruiu a ponte sobre o Tamisa, porém a leitura foi apenas satisfatória. Estou com elevadas expetativas para o livro As raparigas esquecidas.

E desse lado, que livros foram parar às vossas estantes?
Curiosas(os) em relação a algum destes livros?

Pág. 2/2