Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por detrás das palavras

AMCA | Festival da Eurovisão da Canção




A Cultura Mora Aqui é um projeto em que um conjunto diversificado de bloggers e youtubers recebe, todos os meses, um tema para desenvolver, ficando ao seu critério participar ou não. 
Para maio e junho, o tema escolhido foi Festas, festejos e festividades e eu decidi abordar o Festival da Eurovisão da Canção. O meu gosto já vem de alguns anos atrás e costumo acompanhar as diferentes edições. 

Este ano foi ainda melhor assistir! Sei que já muito se falou sobre a vitória portuguesa, mas tenho de começar por aí. Escolhi o tema uns dias antes da grande final, dia 13 de maio, e lá no fundo estava com esperança que Portugal conseguisse um bom lugar. Lá no fundo, no fundo, alimentava em mim a hipótese de ser o vencedor, mas, como ando numa de baixar as expectativas, fui mantendo algumas reticências.

Por que é que eu gosto e acho interessa a eurovisão?
Eu gosto de ouvir música. Aliás, sou bastante eclética no tipo de música que ouço. Porém, a música que nos chega, nomeadamente através da rádio, é, maioritariamente, proveniente dos EUA. Não é frequente nas nossas rádios, televisões, etc. passar música francesa, italiana, belga, alemã, dinamarquesa… Um sem fim de países europeus que produzem música de qualidade e que dificilmente chega até nós. Acho que nem nos apercebemos desta realidade e que isso nos torna musicalmente mais pobres. É neste contexto que a eurovisão se torna importante e me faz ficar interessada nela. Através dela, ficamos a conhecer músicas de outros países que não a dos EUA.

Geralmente, quando ouço na eurovisão um músico que gosto, passo a seguir um pouco a sua carreira. Felizmente, a internet, e mais concretamente o youtube, facilitam esse acompanhamento. Um dos cantores que passei a seguir foi o Alexander Rybak, vencedor de 2009 pela Noruega. Sigo o canal dele e vou acompanhando os trabalhos que ele publica. Tenho várias músicas de eleição dele. Para além da música Fairytale, com que ele ganhou a eurovisão, gosto do tema Into a fantasy que integra a banda sonora do filme Como treinares o teu dragão – 2

Há músicas da Eurovisão que ficam facilmente no ouvido. Gosto muito de ver atuações antigas e tenho uma playlist no Spotify apenas com músicas da eurovisão! 

Relativamente a este ano de 2017, fiquei muito feliz com a vitória do nosso país. Adoro a música dos irmãos Sobral desde a primeira vez que a ouvi! É uma música com uma melodia intemporal, marcada pela sensibilidade de uma letra simples, mas cheia de significado. 

Existiram outras músicas que me ficaram no coração. Fiquei muito triste quando a canção Black Bird, da Noruega, não passou à final. Além destas, gostei muito da música da Bulgária, da Itália, da Bélgica, da Bielorrússia e da Hungria. 

Podia escrever muito mais sobre o tema e sobre as músicas que têm ficado no meu coração ao longo das várias edições. Contudo, o meu objetivo com este post passa um pouco por estimular a vossa curiosidade em descobrir novas músicas, em sair do mundo mais comercial que nos é impingido pelas rádios. Ao abrirmos o nosso leque musical estamos a conhecer culturas diferentes, novas formas de fazer música e até a familiarizarmo-nos com novas línguas.

Se quiserem fazer parte deste projeto, basta falarem com a Ju, através do seguinte email, acma.cultura@gmail.com. O projeto também está presente no facebook, através da página que podem consultar aqui.

Lista de criadores:
Anda Daí! - Hey Pêssegos - Comic Life - Cor Sem Fim - Miss Melfe

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub