Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por detrás das palavras

Por detrás das palavras

Maratona Cineverão | You're not me

25.07.16
2º Filme
Categoria: Drama Pessoal
Classificação: 5 estrelas

You're not me era um filme que me ficou debaixo de olho assim que me cruzei com o trailer. 
A premissa que serve de base a este filme é muito interessante e com uma mensagem brutal para quem assiste ao filme. 
Kate, uma mulher bem sucedida na vida, com um emprego estável e um casamento feliz vê-se, de um momento para o outro, a braços com uma doença que afectará toda a sua vida. Ela tem ELA (Esclerose lateral amiotrófica), uma doença degenerativa que conduz à falência progressiva dos músculos. A forma como Hilary Swant interpreta o papel de Kate é soberba. Ela consegue entregar-se de corpo e alma à Kate lidando com a doença e com as mudanças que ela trouxe à sua vida. 

Totalmente dependente de terceiros, Kate precisa de uma pessoa que cuide dela e a ajude nas tarefas do dia-a-dia. Depois de muitas enfermeiras, Kate quis alguém diferente para a ajudar e, assim contrata Bec. A entrada de Bec na vida de Kate é uma verdadeira lufada de ar fresco. À medida que vemos estas duas a interagir, cada vez mais ficamos presas à personalidade de cada uma e sentimo-nos verdadeiramente emocionados com a relação de amizade que se vai solidificando entre elas.

Acho que é um filme extremamente emotivo e cativante. Chorei bastante com o final, emocionei-me com a grandeza de sentimentos da Bec e da Kate. Consegui colocar-me no papel do marido, apesar de não concordar com algumas das suas atitudes. Penso que a Kate foi muito mais assertiva e conseguiu segurar as rédeas daquilo que restava da sua vida.

Gostei imenso quando Kate contacta com outra doente. Neste contacto, conseguimos ver o outro lado da doença, ao mesmo tempo que somos confrontados com outra maneira da doença interferir na relação de casal.

Do meu ponto de vista, considero um filme muito bem produzido, com excelentes interpretações e que é, até ao momento, um dos melhores filmes que vi este ano.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.