Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por detrás das palavras

Nas páginas do meu caderno # 14

Atreves-te a Escrever?

Atreves-te a Escrever_.jpg

E chegou o último desafio. Foi o que menos gostei de escrever. Sinto a minha cabeça cansada e a escrita custou muito a fluir. A ideia do conto já estava na minha cabeça há alguns dias, mas é daqueles que funciona melhor na imaginação. Acho que não consegui materializar bem a ideia em palavras. Deixo-vos o melhor que consegui. 

Agradeço à Elisabete e à Vera esta possibilidade de desenvolver histórias. Obrigada pelo vosso trabalho, pelo vosso incentivo... Obrigada pela vossa generosidade em partilhar a vossa paixão pela escrita com todos(as) nós. 

Agora, o conto:

O que é bom acaba depressa

Deu-me uma bússola e um mapa. E agora, o que é que eu faço com isso?

― Estás a olhar para isso como se não soubesses o que isso é?

― Sei sim, capitão. Não sei é o que espera que eu faça com isto.

― Então marujo... É para descobrimos o tesouro. Temos de lá chegar primeiro que os piratas. Toca a pegar nos remos. E tu vais orientar a nossa viagem.

Pegamos nos nossos remos. Remamos com quanta força havia. O mar agitava-se à nossa volta. Tínhamos pressa de chegar.

Remamos…. Remamos…. Remamos… Parecia que nem saíamos do lugar. Mas de repente…

― Olha marujo, os piratas devem ter mandado alguém primeiro. Olha como ele faz buracos naquela zona da ilha. Vamos atracar e atacar o invasor.

Atracamos o nosso barco e saltamos para terra. Em silêncio, pé ante pé, lá fomos em direção de quem esburacava a terra em busca de um tesouro.

Saltamos e agarramo-lo. Pernas e braços confundiram-se no ataque. Não podíamos ficar feridos. O enviado resistia. Conseguiu escapar às nossas investidas e corria de forma desgovernada pela ilha. Nós fomos atrás dele. Corríamos, corríamos…. Mas ele era resistente.

― Capitão, Capitão! Vai ser difícil apanhá-lo. Ele corre demasiado depressa.

Paramos. O cansaço era grande. O nosso inimigo também parou. Olhou para nós. Parecia divertido por ver que estávamos cansados.

É então que ele começa a correr na nossa direção. Corre cada vez mais depressa. Salta para cima de nós e acabamos todos no chão….

******

― XAVIEEEEEEEEER! MATIIIIIIIIIIAS! É hora do lanche.

A mãe aparece à porta das traseiras. Os olhos arregalam-se perante a confusão que se instalou no jardim. Os miúdos e o Oliver estavam engalfinhados uns nos outros. As gargalhadas dos miúdos eram contagiantes. O Oliver, o cão da família, soltava pequenos latidos de alegria e, nos entretantos, não poupava as crianças de umas boas lambidelas.

O jardim esta um caos. A bacia, que outra tinha água limpa, estava meio vazia e com uma água um pouco escura. Ao lado jaziam vassouras e esfregonas. Assim como um mapa roubado do carro do pai e a bússola que Xavier havia recebido no Natal. Numa outra parte eram tantos os buracos feitos pelo Oliver que mais pareciam as crateras da lua.

― Meninos, podem dizer-me o que é que se passou por aqui?

Xavier e Matias libertam-se de Oliver e vão ter com a mãe.

― Bem, mãe… Só estivemos a brincar aos marinheiros e aos piratas. Andávamos à procura de um tesouro. Mas o Oliver fez demasiados buracos.

― Estou a ver!! Só quero saber é quem vai arrumar esta confusão e tapar os buracos.

A mãe olha para Oliver. O cão parece divertido. A língua ainda está de fora devido ao esforço da brincadeira.

― Mãe? – Xavier chamou a atenção da mãe que ainda estava concentrada em avaliar os estragos da brincadeira dessa tarde.

― Sim, filho.

Baixou-se para ficar ao nível deles e poder olhá-los nos olhos.

― Nós ajudamos a arrumar tudo e a tapar os buracos, mas…

― Mas?

Os dois irmãos trocaram um olhar de reconhecimento.

― Precisamos de uma piscina… Como uma daquelas que vimos no supermercado ao lado da casa da avó. É que navegar numa bacia é muito mau. Não temos espaço. Eu e o mano ficamos muito apertados. Batemos com os nossos remos uns nos outros.

A mãe abanou a cabeça e sorriu. Não havia nada a fazer. A imaginação fértil daqueles miúdos  nunca iria acabar. E ainda bem.

― Prometo que vou pensar no vosso pedido.

― Tens de pensar rápido. Queremos o nosso mar antes que o verão e as férias acabem.

Soltou um suspiro e ergueu-se. Pegou nas mãos dos filhos e levou-os para dentro.

― Vá, vamos limpar o corpo da sujidade da vossa aventura e vamos lanchar.

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reading Challenge

2022 Reading Challenge

2022 Reading Challenge
Silvana (Por detrás das Palavras) has read 1 book toward her goal of 30 books.
hide

Palavra do momento

Por detrás das Palavras

O Clube Mefisto

goodreads.com

Mais visitados

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub