Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por detrás das palavras

Opinião | "A Boneca de Kokoschka" de Afonso Cruz

A Boneca De Kokoschka
Classificação: 1 Estrela

Acho que está será das opiniões mais difíceis de escrever desde que tenho o blog. Não vai ser fácil expor a minha posição perante um livro que é adorado por imensas pessoas e que tem imensos fãs. 
Parti para a leitura deste livro cheia de esperanças: a sinopse prometia coisas interessantes e a elevada pontuação no goodreads deixaram-me na expetativa de me ir cruzar com mais um bom trabalho de um autor português.
Infelizmente não encontrei nada que me fizesse sentir ligada ao livro ou que me levasse a amar toda a história contida naquelas páginas.

Foi uma leitura muito difícil. A meio do livro, já desesperada por não ver nada de significativo a acontecer nem me estar a sentir ligada à leitura, fui ler opiniões (geralmente só gosto de ler as opiniões aos livros depois de os ler, raramente leio um livro por ter lido/visto opiniões de outras pessoas) para ver o que não estava a bater certo comigo. 90% das opiniões a este livro eram maravilhosas. Atribuíam-lhe os mais elevados elogios, mas eu continuava sem os encontrar no livro.

A muito custo consegui terminar a leitura. Pouco ou nada me ficou do livro. Uma escrita muito confusa e, muitas vezes, me pareceu refletir a preguiça de abordar de forma coerente e exaustiva e os assuntos que se propunha abordar.
O título e a sinopse são enganadores, porque vi muito pouco daquilo que eles me fizeram antever.
Achei que a escrita tinha muito pouca expressividade e emotividade. São páginas de texto corrido, com apontamentos de diálogo que não nos mostram a essência nem da história nem da narrativa. Eu não consegui ver beleza nem escrita, nem na narrativa porque não conseguia perceber qual a intenção do autor, nem o que é que ele me queria contar. A dada altura, e depois de ter lido as opiniões, comecei a sentir-me muito burra pois estava desesperada por tentar perceber, interiorizar e assimilar todas as maravilhas que as opiniões atribuíam a este livro.

Chegamos a uma parte do livro, em que outro livro aparece. Penso que o autor quis ser original na forma como numerava os capítulos desse outro livro. Pessoalmente, não fez qualquer sentido. É irreal e despropositado.

Sou daquelas pessoas que acha que não é preciso grandes floreados, nem formas rebuscadas de narrar uma história para se fazer um bom livro. Acredito, como em tudo na vida, que less is more. Que pegarmos numa ideia e transformá-la em algo estruturado, coerente e abordado de forma a esgotarmos o assunto poderemos ter um excelente livro. Nem sempre a originalidade está na forma irreverente como procuramos fazer as coisas.

Estou mesmo triste por não ter conseguido sentir este livro de uma maneira mais completa. Sinto-me frustrada por não ter encontrado a beleza e a genialidade que grande parte das opiniões deixa transparecer.
Ainda quero dar uma nova oportunidade ao autor. Quero ler outro livro para ver se a leitura corre melhor e se consigo sentir aquilo que os outros leitores conseguem.
Têm alguma sugestão para mim?

15 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reading Challenge

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Silvana (Por detrás das Palavras) has read 0 books toward her goal of 30 books.
hide

Palavra do momento

Por detrás das Palavras

O Clube Mefisto

goodreads.com

Mais visitados

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub