Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por detrás das palavras

Por detrás das palavras

Opinião | "A Livraria dos Finais Felizes" de Katarina Bivald

24.09.17
A Livraria dos Finais Felizes
Classificação: 3 Estrelas

Parti para esta leitura com uma enorme curiosidade. Dada a temática e o título, qualquer leitor se sentiria impulsionado a mergulhar nestas páginas. 

Sara, a nossa personagem principal, é uma apaixonada por livros e só do outro lado do Atlântico é que ela encontrou alguém com o mesmo gosto. Amy, uma norte-americana simpática, vai criar um laço especial com Sara e são os livros que solidificam e aumentam este laço. 
Gostei muito das cartas que trocaram, assim como aquele início de narração preenchido por diversas referências literárias. É sempre engraçado vermos referenciados livros que já nos passaram pelas mãos e encaixar outros na nossa já tão extensa lista de livros para ler. 
É então que Amy convida Sara, que vive na Suécia, a vir até aos Estados Unidos da América e conhecer a pitoresca cidade de Broken Wheel. 

Quando lá chega, Sara descobre todo um novo mundo de possibilidades e abre-se para o mundo. Acaba por descobrir uma realidade para além daquela que conhecia apenas através dos livros que lia. Eu gostei muito desta Sara e identifiquei-me com ela em imensas coisas. Gostei de sentir que ela encontrou um lugar onde se sentia integrada e ligada aos outros. 
Gostei igualmente de todos os habitantes desta pequena cidade. Foi engraçado conhecer personagens tão próprias e tão características. A autora conseguiu transpor de forma exímia o que é viver em localidades pequenas onde toda a gente se conhece. 

Apesar de todos estes aspetos positivos na leitura senti que faltaram sentimentos e emoções. Nem sempre a escrita e a evolução da história me tocaram de forma como eu esperava. Por vezes, parecia-me que as coisas aconteciam por acontecer, e houve momento extremamente parados na narrativa. Queria ter sentido mais, queria que todas as interações tivessem sido aproveitas de uma forma mais emotiva e significativa. 
O romance que foi surgindo entre Sara e Tom pareceu-me um pouco frio. Tendo em conta as personalidades de cada um, até faz um pouco de sentido. Contudo, a autora poderia ter explorado mais esta relação e ter criado mais momentos de conflito/conversa. 

A Livraria dos Finais Felizes é um livro que reúne um conjunto de premissas capazes de cativar os leitores assíduos. Numa escrita simples e com uma narrativa que contempla diferentes momentos na ação, a autora trouxe-me bons momentos e fez-me sentir que as pessoas que leem têm uma visão muito especial de ver o mundo, só lhe faltou transportar essas características para a forma como a Sara experimenta os seus sentimentos. Tenho a certeza de que os leitores têm uma visão completamente diferente das emoções e de como elas surgem e se instalam na nossa vida.

6 comentários

Comentar post