Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por detrás das palavras

Por detrás das palavras

Poetic dreams

17.03.12
Voar
Passei toda a noite acordado e sonhei
que te tinha a meu lado e cantei,
para acalmar o coração.

E os céus, toda a noite,
a escutar cantos meus,
pareciam dançar no adeus
que lancei à solidão.

Sei
que fingia
que a minha agonia
se escoava no meu cantar.

Não me envergonho
de viver neste sonho,
porque nele eu? posso? voar.

Surgia
a alvorada e minh'alma sentia
que podia erguer-se com o dia,
num perfeito amanhecer.

Mas não,
não voltaste e o meu coração
desolado partiu-se no chão
para nunca mais sofrer.

(Tuna da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra)

2 comentários

Comentar post