Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por detrás das palavras

Por detrás das palavras

Por detrás do blog | Quando se abre um livro

24.09.17


Já não consigo situar no tempo, de forma exata, a altura em que conheci o blog Quando se abre um livro e, consequentemente, a sua dinamizadora, a Denise. Deve ter sido algures no ano de 2012. O que é certo é que desde aí, a Denise tem sido uma grande parceira em termos do blog e em termos pessoais. Ainda não nos conhecemos pessoalmente, mas há-de chegar o dia.
É uma pessoa especial a quem eu desejo tudo de bom.
Não deixem de passar pelo blog dela e maravilharem-se com os post que vão aparecendo. Basta clicarem aqui.  


O que é que te fascina no mundo dos livros?
Há muita coisa que me fascina no mundo dos livros: a possibilidade de conhecer personagens, envolver-me nas suas histórias, sentir uma grande variedade de emoções, viver outras vidas, conhecer outros locais, aprender… A leitura, para mim, é mesmo um escape da vida quotidiana, um refúgio, algo que me permite relaxar e esquecer, por momentos, as coisas menos boas da vida.

Quando é que é mais difícil escrever uma opinião?
Penso que o que mais me dificulta a escrita das opiniões é a falta de inspiração, quando estou naqueles dias mais aborrecidos em que não me sai uma única frase com sentido. Também pode ser difícil quando o livro foi demasiado bom e, por mais que tente, não consigo dar o devido entusiasmo à opinião; ou quando foi tão mau que nunca sei muito bem o que escrever, para que os leitores não fujam a sete pés deste livro.

Enquanto bloguer o que é mais fácil/difícil nesta atividade?
Começando pelo mais fácil, penso que é a partilha e a liberdade que o blogue nos dá de escrever conteúdos ao nosso gosto, no meu caso mais direcionados para a literatura. O mais difícil talvez seja a diferenciação, ou seja, procurar conteúdos que se destaquem dos outros blogues do mesmo género. Fazer com que o nosso blogue não seja mais do mesmo, que é o que acontece com muitos blogues literários. Isto nem sempre é possível, dado que é necessário dedicar mais tempo e mais trabalho ao blogue.

O que achas que falta à comunidade da blogoesfera?
Atualmente, o que sinto falta é daqueles blogues que dão realmente gosto ler, que todos os dias apresentam conteúdo interessante. Hoje os blogues estão tão ligados ao facebook, ao instagram e a um sem número de outras redes sociais, que se perdeu um pouco aquele hábito de escrever. Hoje só se pensa em números, em visitas, em seguidores, em passatempos e, no caso dos blogues literários, em conseguir livros das editoras. Penso que hoje se dá mais importância à quantidade do que à qualidade do que se escreve.

Onde procuras inspiração para o desenvolvimento do teu blog?
Visito outros blogues. É uma forma de estar a par do que se faz, do que já existe, e assim ter ideias diferentes que possam ser desenvolvidas no meu blogue.

Um livro especial para ti
“Juntos ao Luar” de Nicholas Sparks, foi um livro que me tocou bastante na altura em que o li.

Uma música que te toque de forma especial
Atualmente, uma música que considero especial é: The Chainsmokers & Coldplay – “Something Just Like This”.

Um filme inesquecível
“O amor acontece”

O que é que gostarias de ver mais no meu blog?
Penso que seria giro ver mais textos da tua autoria, por exemplo, mini contos.
(Para isso ainda preciso de ganhar uma quantidade de confiança considerável... Não sei é quando ela irá chegar)

Que livro eu devia mesmo ler?
“Isto acaba aqui” de Colleen Hoover.
(Já está na lista)

Denise, muito obrigada pela tua participação. 

2 comentários

Comentar post