Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Por detrás das palavras

Opinião | "Procuro-te" de Lesley Pearse

Procuro-te by Lesley Pearse

Este livro teve o dom de me deixar a pensar nela durante alguns dias. É uma história intensa, cheia de contornos que são extremamente actuais, embora sejam narrados num tempo anterior a este.
 
Em primeiro lugar gostaria de salientar um aspecto negativo deste livro: a segunda parte do título. A segunda parte do título remete-nos para a vida de Daisy que foi dada para a adopção com poucas horas de vida, mas, segundo o meu ponto de vista, não ocupa a posição central deste livro. Acho que a mãe biológica de Daisy, Ellen, e a tia Josie (meia irmã de Ellen) assumem um papel com maior relevância.
 
Ellen e Josie eram meias irmãs e viviam numa casa com más condições. A mãe de Ellen suicidou-se quando esta era criança (cerca de dois anos) e o pai, apanhado pela fragilidade, envolve-se com uma mulher gananciosa que engravida e, dessa gravidez, nasce Josie. Ellen sempre foi muito discriminada por parte da madrasta, era inteligente, gostava da quinta e de trabalhar nela e o pai adorava-a, aspecto que muito enfurecia a madrasta de Ellen. Quando adolescente envolve-se com um artista de circo e engravida. Esconde esta gravidez da família indo trabalhar para outra cidade. Contudo vê-se obrigada a dar a filha para a adopção. Josie, aos 15 anos foge de casa para se tornar modelo.
 
Josie e Ellen sempre foram muito unidas, mas as suas personalidades e os seus objectivos eram diferentes. Josie procurou fama e dinheiro e acabou por entrar no beco da droga e da prostituição. Afundou-se num mundo cheio de contornos escuros, que arruinaram a dignidade e a ingenuidade que ela tinha. Atrás de si, arrastou a família que, sem querer, viu a sua pobreza exposta nos jornais.  Destruiu-se física e psicologicamente, este período da sua vida contribui para delinear a sede de vingança e ressentimento em relação à sua família. A família passou a ignorá-la, excepto a irmã que durante muito tempo a acolheu, safando-as dos mais diversos problemas. Mas até esta boa relação com a irmã a Josie conseguiu destruir.
 
O livro acaba de uma forma surpreendente! Daisy acaba por procurar a sua mãe biológica e desvenda um mistério que ficou enterrado durante muitos anos. É um livro em que todas as personagem procuravam alguma coisa. Daisy procurava ordenar a sua vida e encontrar algo que gostasse de fazer; Josie procurava dinheiro e uma vida descansada longe dos homens (a quem ganhou aversão); Ellen procurava a felicidade na sua forma mais pura, ou seja, um trabalho digno em que lhe oferecesse rendimentos que lhe possibilitassem viver; o pai de Ellen e Josie procurava a paz de espírito, paz que perdeu após a morte da sua primeira esposa (apenas Ellen representa um pouco de paz na sua vida); e, por fim, a mãe de Josie que procurava conforto, boa vida e dinheiro (valores que passou para a filha e que contribuíram para a soma de desgraças que Josie viveu).
 
Confesso que a vida de Josie me deixou a reflectir. Tem descrições que nos provocam imagens muito vividas do horror por que ela passou, as coisas com que ela teve de lidar enquanto modelo. A leitura destes acontecimentos fez-me pensar sobre aquilo que as pessoas são capazes de fazer por um pouco de fama. São meios complexos onde, segundo o meu ponto de vista, as pessoas que neles entram necessitam de uma boa dose de responsabilidade e maturidade para saber transformar as oportunidades em boas oportunidades e conseguir detectar as pessoas certas e as erradas que vão circulando pelo mundo da moda.
 
É certo que estes acontecimentos contribuíram para que Josie se tornasse numa pessoa diferente da criança ingénua que tinha crescido na quinta. E embora não existam razões lógicas que justifiquem aquilo que ela fez no final, todas estas vivências fornecem-nos uma dimensão que enquadra o seu comportamento. No fundo, Josie só conheceu a felicidade enquanto era criança e vivia na quinta. Por outro lado, Ellen, embora carregasse a tristeza por ter dado a filha para adopção, procurou sempre a felicidade nas mais pequenas coisas e, com esta atitude acabou por conquistar a sua madrasta.
 
É um livro que vale a pena ser lido.

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Translate

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Reading Challenge

2023 Reading Challenge

2023 Reading Challenge
Silvana (Por detrás das Palavras) has read 0 books toward her goal of 30 books.
hide

Palavra do momento

Por detrás das Palavras

O Clube Mefisto

goodreads.com

Mais visitados

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub